Construção da nova torre de controle do Aeroporto Internacional dos Guararapes


A Infraero publicou na edição da segunda feira (dia 2 de Abril) do Diário Oficial da União o edital para contratação de empresa para execução das obras e serviços de construção da nova torre de controle e prédio do Destacamento do Espaço Aéreo (DTCEA) do Aeroporto Internacional de Recife/Guararapes – Gilberto Freyre (PE).

A licitação será realizara pelo Regime Diferenciado de Contratações (RDC), na forma presencial e seguirá o critério do menor preço. A abertura do processo licitatório está marcada para o dia 30 deste mês. O investimento estimado será divulgado após a análise das propostas recebidas, de acordo com os critérios utilizados pelo RDC.

A construção da nova torre de controle, que terá 29 metros de altura, e do prédio do DTCEA proporcionará maior integração entre os setores operacional, técnico e administrativo. “A nova instalação vai oferecer uma maior ergonomia operacional e facilitar a comunicação entre os operadores, militares do DECEA e o pessoal da Infraero”, afirmou o superintente da Regional Nordeste da Infraero, Fernando Nicácio.

Projeto Viadutos da Agamenon Magalhães


Quatro viadutos vão cruzar a Agamenon Magalhães, entre a Ilha do Leite e o Parque Amorim: um na entrada para a Rosa e Silva; um iniciando na Rui Barbosa, em frente ao TRE, e cruzando a Agamenon Magalhães até o Americano Batista; outro do Colégio Contato, na Dom Bosco, até o Hospital da Restauração e o último saindo da Paissandu e indo até o outro lado da pista, no canteiro central.

Até o mês de novembro o estudo técnico e o projeto básico estarão prontos para que as obras sejam licitadas, segundo o Palácio.

Estiveram presentes no evento, junto com Eduardo Campos, o prefeito do Recife, João da Costa; o presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco, Marcos Loreto; o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Uchoa; além de outros prefeitos da Região Metropolitana do Recife, deputados e secretários.

O investimento total das obras será da ordem de R$ 476 milhões, entre recursos do Tesouro Estadual (R$ 129 milhões) e do Governo Federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa (R$ 347 milhões).

Projeto Shopping Rio-mar

Numa área total de 202.710 metros quadrados, o projeto do centro de compras prevê 476 lojas, das quais 18 âncoras e sete mega lojas, 11 restaurantes, além de praça de alimentação, 14 salas de cinema, teatro com cerca de 500 lugares e estacionamento com 6.050 vagas. A área total construída, com cinco pisos, terá 260 mil metros quadrados. 

O nome RioMar é uma referência à localização, entre o rio e o mar. O projeto paisagístico é do arquiteto Luiz Vieira.
As três torres empresarais, em área privativa de 42.147 metros quadrados, contarão com 1.900 vagas de estacionamento. "O RioMaR Shopping é a realização de um grande sonho de dotar o Recife de um dos maiores e mais modernos centros de compra do País", confessou Paes Mendonça. A construção do empreendimento tem assinatura do grupo Andrade Mendonça.

Para o prefeito João da Costa, obras como a apresentada hoje mostram a importância de projetos como a Via Mangue, que tem previsão para sair do papel até 2013. "É compatível com as obras de mobilidade propostas para a Zona Sul", destacou.

A implantação da parte viária da Via Mangue compreende cerca de cinco quilômetros e será feita em três etapas. A primeira será entre a Rua Antônio Falcão, em Boa Viagem, e o Parque dos Manguezais, com dois quilômetros. A segunda será até a Ponte Paulo Guerra, no Pina. E a terceira compreende a construção de dois elevados ligando a Rua Antônio Falcão às margens dos Canais de Setúbal e Jordão, além da alça alargando o Viaduto Capitão Temudo e ligando a Ponte Paulo Guerra à futura via.

Questionado se a Zona Sul da cidade comporta mais um centro de compras, João Carlos afirmou que "mercado é como coração de mãe, sempre cabe mais um". E acrescentou: "Não somos amadores. Com profissionalismo e credibilidade, qualquer empreendimento dá certo."

SUSTENTABILIDADE -  Uma das preocupação do grupo JCPM foi com a questão ambiental, por isso o projeto terá 40 mil metros quadrados de área verde, com plantação no local de espécies nativas.

Dentro do conceito de sustentabilidade, o RioMar Shopping vai utilizar a água da chuva, que será armazenada e filtrada para o sistema de cargas de sanitários. Outra fonte de redução de consumo será o esgoto a vácuo, que reduzirá em 90% a necessidade de água para descargas e eliminará, na mesma proporção, o impacto de esgotamento sanitário da capital, com uma economia mensal de mais de 6 milhões de litros.

O RioMar terá cobertura de vidro, que permite o aproveitamento de 100% da iluminação natural. A redução de custos de energia elétrica chega a até 70%, entre as 10h e 17h.

RESPONSABILIDADE SOCIAL - Desde a construção do empresarial JCPM Trade Center (2006), também no Pina, que o grupo vem realizando projetos sociais na área de Brasília Teimosa. Com o novo empreendimento, a ideia é que essa ação seja ampliada, com uma área reservada de mil metros quadrados para o funcionamento do Instituto JCPM de Compromisso Social, que pretende alcançar dois mil estudantes. "Já trabalhamos com jovens com idades entre 16 e 24 anos, mas sabemos que há necessidade de começar mais cedo. Queremos alcançá-los a partir dos 12 anos", disse o empresário João Carlos.

O empreendimento vai gerar dois mil empregos durante a obra e sete mil diretos quando estiver em funcionamento. A previsão é de gerar, anualmente, R$ 150 milhões de impostos federais, estaduais e municipais, após a inauguração.
PARTICIPAÇÃO - O Grupo JCPM tem participação nos shoppings Recife, Tacaruna, Guararapes e Plaza, no Grande Recife; Shopping Jardins e RioMaR, em Aracaju (SE); Salvador Shopping, na Bahia; Shoppins Villa-Lobos, em São Paulo; e outros dois centros de compra em construção: Granja Vianna, na cidade de Cotia (SP), previsto para inaugurar em 2011, e o Salvador Norte Shopping, na Bahia, cuja inauguração será no segundo semestre de 2010.

Na época da inauguração do Salvador Shopping, os pernambucanos ficaram sem entender por que o Recife não foi escolhido para abrigar um empreendimento daquele porte. Hoje, durante a apresentação do seu RioMaR, o empresário disse que o troco foi dado. "Este é o shopping dos meus sonhos. Iremos construir nesta cidade o maior centro de compras do Norte e Nordeste, um dos maiores do Brasil."



Projeto Via-Mangue

Via-Mangue pronta
Via-Mangue em construção
As obras da Via Mangue, que preparam a infraestrutura de Recife para receber a Copa do Mundo da FIFA, seguem em ritmo intenso. Segundo a Secretaria Extraordinária de Recife para a Copa do Mundo da FIFA (Secopa), a execução do projeto atingiu o percentual de 20%. O investimento total da intervenção está previsto em R$ 555,8 milhões, sendo R$ 433 milhões referentes à parte viária. As ações contemplam ainda as áreas de habitação, urbanização e saneamento.
“Esta é uma obra fundamental para a mobilidade no Recife e faz parte do nosso compromisso com o governo federal e a FIFA para a realização da Copa do Mundo da FIFA 2014”, destaca o secretário Amir Schvartz.

O projeto da Via Mangue prevê faixas de rolamento para veículos, calçadas para pedestres e ciclovia. Esta será a primeira via expressa da cidade, com velocidade média de 60 km/h. No sentido Centro-Boa Viagem a via terá 4,75 km. Já no sentido Boa Viagem-Centro, a extensão será de 4,37 km.

Com a maior parte da hotelaria localizada na Zona Metropolitana Sul, a Via Mangue beneficiará o desenvolvimento turístico ao facilitar o acesso a essa região. Quase mil famílias que moravam em palafitas no trajeto das obras já receberam moradia nos três habitacionais que fazem parte da intervenção.

Projeto Metrô VLT (Veículo leve sobre os trilhos)

O objetivo do governo é melhorar a mobilidade urbana para a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014. Os novos vagões funcionam a biodiesel, possuem GPS, ar condicionado, sistema de suspensão a ar entre outros avanços.  Outra vantagem é em relação ao tempo do percurso. Os trens a diesel gastam atualmente 32 minutos em cada trajeto e fazem 40 viagens por dia, transportando seis mil passageiros a uma velocidade máxima de 35 quilômetros por hora. Já os novos terão o tempo de viagem reduzido para 25 minutos, já que a velocidade pode chegar a até 80 quilômetros por hora. E o intervalo de saídas também será menor, diminuindo dos atuais 47 minutos para 11 minutos.

"Estamos substituindo os antigos, que eram mais pesados, por outros bem mais leves, mais econômicos e bem mais rápidos para a população, garantindo mais agilidade, conforto e economia. Esse novo modal de transporte vai atender futuramente a população da região sul que for para a Cidade da Copa, pois eles poderão descer na estação Cajueiro Seco, pegar o metrô, descer na estação Joana Bezerra, pegar outro metrô, descer na estação Cosme e Damião e pegar um ônibus para a Cidade da Copa. Tudo isso pagando apenas uma passagem”, ressalta o Gerente de Obras da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU/Metrorec), João Batista.

Nessa fase de teste, estão circulando apenas dois vagões, mas foram adquiridos sete veículos, ao todo. Segundo informações da CBTU/Metrorec, a previsão para substituição da rede é o mês de setembro deste ano. A partir de então, os novos vagões irão operar de segunda a sábado.

Obras para o desenvolvimento de Pernambuco


• Projetos mundiais para o desenvolvimento de Pernambuco:
(Localização) = Endereço do Projeto entre cidade e estado ou bairro e avenida.
•Projeto Feito | •Projeto em Obras | •Projeto ainda não saiu do papel | •Sem informação
  1. Projeto Porto do Suape (Ipojuca-PE);
  2. Projeto Porto do Recife (Ipojuca-PE);
  3. Projeto Mais cara refinaria de petróleo do mundo (Bairro Abreu e Lima-Ipojuca-PE); 
  4. Projeto Construção do Shopping Rio Mar (Bairro Pina- Recife)
  5. Projeto Ampliação do North Shopping Caruaru + Hotel (Caruaru-PE);
  6. Projeto Ampliação do Shopping Difusora + Cinema (Caruaru-PE); 
  7. Projeto Ampliação e Revitalização do Shopping Boa Vista (Bairro Boa Vista-Recife); 
  8. Projeto Ampliação do River Shopping (Petrolina-PE);
  9. Projeto Construção do Petrolina Shopping (Petrolina-PE); 
  10. Projeto Construção do Petrolina Park Shopping (Petrolina-PE);  
  11. Projeto Construção do Serra Talhada Shopping (Serra Talhada-PE);  
  12. Projeto Construção do Shopping Costa Dourada (Cabo de Santo Agostinho-PE);  
  13. Projeto Ampliação do Shopping Center Recife (Bairro Boa Viagem-Recife);  
  14. Projeto Vitoria Shopping Park (Vitória de Santo Antão-PE)
  15. Projeto Via-Mangue (Bairro Pina-Recife);  
  16. Projeto Viadutos da Agamenon Magalhães (Avenida Agamenon Magalhães-Recife); 
  17. Projeto Mega BRT/TRO - Transporte Rápido por ônibus (Recife e RMR);  
  18. Projeto VLT - Veículo leve sobre trilhos  (Jaboatão dos Guararapes-PE/Cabo de Santo Agostinho-PE); 
  19. Projeto VLT - Veículo leve sobre trilhos (Caruaru-PE) 
  20. Projeto VLT - Veículo leve sobre trilhos (Petrolina-PE);  
  21. Projeto Terminal Integrado Cosme e Damião ( Avenida Agamenon Magalhães-Recife);  
  22. Projeto "O novo Recife" (Recife Antigo-PE); 
  23. Projeto Cidade Da Copa e Arena Pernambuco (São Lourenço da Mata-PE); 
  24. Projeto Construção do novo estádio do Sport (Bairro Ilha do Retiro-Recife);
  25. Projeto Complexo de Viadutos; (Cabo de Santo Agostinho-PE)  
  26. Projeto Implantação primeira Cidade Inteligente (Smart City) do Brasil (São Lourenço da Mata-PE); 
  27. Projeto do Canal do Panamá ligando o Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico beneficiando o Porto do Suape (Panamá-Recife-PE); 
  28. Construção da nova torre de controle do Aeroporto Internacional dos Guararapes (Bairro Boa Viagem-Recife)  
  29. Construção do Polo Farmacoquímico do Brasil (Goiana-PE); 
  30. Construção do Porto de Goiana (Praia de Ponte de Pedras - Goiana-PE); 
  31. Construção da fábrica da Fiat (Goiana-PE); 
  32. Projeto empresarial mais alto do Norte/Nordeste (Bairro Ilha do Leite-Recife);
  33. Empresarial Internacional Trade Center (Bairro Pina-Recife); 
  34. Projeto Expansão da Fábrica Metalúrgica do Nordeste (Caruaru-PE); 
  35. Projeto Construção do Centro de Convenções + Escola da Senac (Caruaru-PE); 
  36. Projeto Complexo da Unimed (Petrolina-PE); 
  37. Projeto Revitalização da Ciclovia da Integração (Petrolina-PE); 
  38. Projeto produção de cultivo de laranja/Cutrale (Entre Petrolina-PE/Juazeiro-BA); 
  39. Projeto Produção de Etanol/Petrobrás (Petrolina-PE); 
  40. Projeto Produção de Ramal/Transnordestina (Petrolina-PE); 
  41. Projeto Hidrovia (Petrolina-PE); 
  42. Construção da Praça da Juventude (João de Deus - Petrolina-PE);  
  43. Construção da Rodoviária interligando o VLT (Petrolina-PE;  
  44. Construção do primeiro centro de tratamento de deficiência/Auditiva-Visual-física-motora (Petrolina-PE);  
  45. Construção da UPA de Especializações/UPAe (Petrolina-PE);  
  46. Implantação de iluminação e postes (Petrolina-PE); 
  47. Museu da Fauna da Caatinga (Petrolina-PE); 
  48. Projeto Oito megawatts de energia renovável (Petrolina-PE/Fernando de Noronha-PE); 
  49. Projeto nova orla (Petrolina-PE/Rio São Francisco)
  50. Projeto Drenagem do Rio Capibaribe tonando navegável (Olinda-PE) 
  51. Projeto Drenagem Usina Solar a Arena de Pernambuco (São Lorenço da Mata-PE) 
  52. Projeto Reforma e Ampliação do Hospital Barão de Lucena (Bairro Iputinga, Recife-PE) 
  53. Projeto Cidade Convida Suape (Cabo de Santo Agostinho-PE)